sábado, 24 de janeiro de 2009

espermatozóide vencedor


Hoje venho com um tema, de certo modo, melodramático.
Pergunto-te: quantas vezes já pensaste na morte e no suicídio. Tu respondes (ou não) e eu concluo que já foram vezes demais, visto que pensar uma vez já são vezes demais.
Informo-te, caso não tenhas já considerado esta hipótese, que és um espermatozóide vencedor. Eis que os teus pais se encontram afogueados e o calor da noite (ou do dia, sei lá) os deixou caídos no meio de suores e prazeres e afins que não vale a pena mencionar. No acto sexual, no útero da mulher são deixados à deriva milhões e milhões de espermatozóides. Todos partilham do mesmo objectivo, a mesma meta mas apenas um é digno da vitória desta corrida que se trava agora. A meta é alcançada: espermatozóide e óvulo abraçam-se e unem-se. Agora são um só. Esse “um” és tu. Foste tu o escolhido. No meio de tantos outros milhões que podiam nascer, bem mais macacudos ou bisontes que tu, tu foste o escolhido. Pode até fazer-se uma analogia entre o Euromilhões e a Fecundação, julgo. Tu és o prémio!

6 comentários:

Jo. disse...

Tu respondes (ou não) e eu concluo que já foram vezes demais, visto que pensar uma vez já são vezes demais.

tu falas de coisas complexas com uma simplicidade que me fascina completamente :')


tás add :p

Maria disse...

somos/fomos uns beles espermatozóides. ~~

Maria disse...

* belos

Mintolita disse...

E se formos aqui falar de meiose, crossing-over e separação ao acaso de pares homólogos...Pensando bem, há maior probabilidade em acertar no Euromilhões.

Joaninha disse...

Imaginar os meus pais a "fazerem-me" era mesmo o que me apetecia a esta hora -.- Ok, eu não estou a visualizar! =P

Que belo prémio que tu me saíste Carolina. Bendito espermatozóide :)

Pandora disse...

Adorei.